23.6.17

Anger-PublicDomainPictures.jpg

Foto: Anger – Public Domain Pictures

 

As pessoas. As pessoas e as suas bocarras. Enormes, monstruosas no seu falar de escorrências cerebrais improdutivas, inúteis, estéreis!

Falar por falar. Dizer para marcar presença. Apenas um atirar de palavras que não servem mais do que o propósito de provocar ruído, massacre auditivo. O propósito da comunicação perde-se para dar lugar à verborreia.

Não haverá quem as cale?!... Que efeito sublime teria esse silêncio de nadas, que seria muito mais do que o tudo vazio que se insiste em dizer!

 

Introduza-se uma disciplina no currículo académico que ensine a importância do não dizer, do não falar, do não abrir a boca (enfim, talvez só para bocejar!).

 

Sandrapep

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 07:30  Comentar

Dili | Timor-Leste

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Junho 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
17

18
20
22
24

25
27
29


Arquivo
Comentários recentes
Ola, boa tarde. o Mil Razões está em destaque no B...
OoopsFaltou dizer que a homepage dos Blogs do SAPO...
Olá,Este blog está em destaque na homepage dos Blo...
Parece que o Mil Razões quer mesmo estar em todos ...
O amor não resolve nada. O amor é uma coisa pessoa...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: