8.4.16

Woman-GerdAltmann.jpg

Foto: Woman – Gerd Altmann

 

É tão tentador, tão inteligente, tão difícil de resistir-lhe...

Então não está mesmo a ver-se como as coisas deveriam ser, não é tão fácil, até como que alivia e ao mesmo tempo eleva, ter espírito crítico perante o que nos rodeia, observar, acusar mesmo!

Olhamos tanto para os outros, o que fazem e o que deixam de fazer; pomo-nos de fora, pairamos acima e criticamos, opinamos sobre as evidências que nos rodeiam. Assim, a uma primeira e rápida vista, até parece que estamos acima do outro, dos outros.

Tudo é tão fácil, evidente quando a responsabilidade é dos outros...

 

Como, de forma tão prosaica, se diz em língua inglesa, difícil será calçarmos os sapatos do outro, pormo-nos no seu lugar. Ou colocarmo-nos em causa, não nos desresponsabilizando quando nos sentimos apenas como efeito das circunstâncias, dos outros.

Há que estar atento a nós próprios e, qual aerogare, perceber que pode ser a última chamada para apanhar o voo da responsabilidade, apresentar-me como garantia, ser fiador. Não me limitar a ser um observador do que me rodeia, mas olhar para dentro e agir.

 

Jorge Saraiva

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Dili | Timor-Leste

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandesa

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Abril 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
16

17
19
21
23

24
26
28
30


Arquivo
Comentários recentes
Ola, boa tarde. o Mil Razões está em destaque no B...
OoopsFaltou dizer que a homepage dos Blogs do SAPO...
Olá,Este blog está em destaque na homepage dos Blo...
Parece que o Mil Razões quer mesmo estar em todos ...
O amor não resolve nada. O amor é uma coisa pessoa...
Presenças
Ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: