16.2.15

EnfermeiraEDoente.jpg

 

20 horas. O horário da visita terminou e percebo no olhar do meu familiar uma suspensão da satisfação pela minha companhia. O meu familiar está a dizer-me que não quer ficar “sozinho”. A noite já tinha caído e, de noite, dentro do hospital, entre quatro paredes brancas, tudo se torna mais intenso… o medo, a ansiedade… as horas não passam. Debilitado, limitado na sua autonomia, fragilizado do ponto de vista mental e físico, o meu familiar sente que precisa de um acompanhamento que lhe permita sentir-se menos mal com os seus problemas.

A única coisa que me ocorre dizer-lhe é que o(a) enfermeiro(a) ESTÁ LÁ. São profissionais presentes 24 horas diárias e que, quando estamos deitados numa cama com os problemas que o meu familiar apresenta, são eles que nos ajudam. Ajudam tendo por base uma formação técnica, científica e humana que lhes permite fazê-lo muito bem. Sei que se regem por princípios éticos e científicos muito sólidos que permitem ao meu familiar sentir um cuidado personalizado, humanizado e sistemático. Este cuidado requer uma relação em que o enfermeiro sabe que o seu objetivo é obter um resultado positivo para o meu familiar. Ele consegue.

Foi isso que eu transmiti ao meu familiar ao despedir-me do seu olhar triste. O (A) enfermeiro(a) ESTÁ LÁ!

A todos os(as) enfermeiros(as),

Muito obrigada por cuidarem de todos nós!

 

Ermelinda Macedo

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 08:00  Comentar

Dili | Timor-Leste

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandesa

> Rui Duarte

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Fevereiro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
17
19
21

22
24
26
28


Arquivo
Comentários recentes
Ola, boa tarde. o Mil Razões está em destaque no B...
OoopsFaltou dizer que a homepage dos Blogs do SAPO...
Olá,Este blog está em destaque na homepage dos Blo...
Parece que o Mil Razões quer mesmo estar em todos ...
O amor não resolve nada. O amor é uma coisa pessoa...
Presenças
Ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: